CoachingGestão

Passo a passo para um bom treinamento de equipe

Quais são os maiores desafios da sua escola? Talvez seja possível iniciar neste momento uma listagem do que precisa ser melhorado, porém é comum termos gargalos em nossa equipe, e isto afeta diretamente o resultado final da empresa como um todo. É fato que uma equipe bem treinada pode se tornar o grande diferencial da sua empresa em um mercado tão competitivo. Dessa forma, é importante que os gestores estejam atentos às necessidades da equipe para que haja investimentos nessa área.

O atendimento ao cliente, interação entre os colaboradores e produtividade são apenas alguns pontos que podem que melhoram com um bom investimento em seu capital humano. Porém, para que isso aconteça, é preciso que se tenha um pleno conhecimento da equipe, tanto no coletivo quanto no individual.

Em um primeiro momento, para que o treinamento da sua equipe contribua para os objetivos delimitados, é essencial que haja um mapeamento da real situação dos colaboradores e setores. Lembre-se: você não tem tempo a perder, então é sempre melhor investir tempo mapeando o que pode ser melhorado, para só então desembolsar as quantias necessárias.

Como realizar um bom treinamento de equipe

Não existe um caminho das pedras, pois cada equipe necessita de atendimentos especiais em áreas diferentes. Porém, existem alguns pontos que podem lhe ajudar a sair da estaca zero e iniciar seu mapeamento e treinamento de equipe com eficiência.

Passo 1: Identifique as necessidades

Para a sua escola ser produtiva, é importante estar atento às necessidades reais da sua equipe. Não é possível investir em treinamento na base do achismo, por isso, antes de definir quais serão os treinamentos e para quem eles serão destinados, é importante alinhar tudo com os objetivos da empresa. Evite treinamentos desnecessários.

Depois desse mapeamento, é importante conversar com os membros da equipe para identificar as necessidades deles, bem como determinar quais habilidades eles precisam aprender ou aperfeiçoar. Para realizar esta tarefa, a gestão pode utilizar ferramentas como pesquisa interna e avaliação do sistema de indicadores.

Passo 2: Defina os tipos de treinamento

Ok, você já sabe quais áreas da empresa precisam de melhorias, agora esta na hora de definir como serão feitos os treinamentos. Caso haja capital disponível, é interessante investir em cursos e palestras com pessoas renomadas no mercado ou então, é possível fomentar o compartilhamento de informações entre os colegas de trabalho. Muitas vezes não é preciso gastar tanto e sua própria equipe pode ter coisas para ensinar, basta ter a oportunidade e as ferramentas corretas.

Passo 3: Avalie os resultados

Escolheu o tipo de treinamento e colocou a proposta em ação, agora é o momento de avaliar se a capacitação foi bem aproveitada, avaliando os resultados junto às equipes. Para este fim, é possível aplicar um questionário de satisfação (anônimo) para que os colaboradores possam fazer seus apontamentos e sugerir mudanças para as próximas capacitações.

Como deu para perceber, sua escola só tem a ganhar com uma equipe bem treinada e engajada. Gestor, identifique quais setores da empresa precisam de capacitação e invista na qualificação de sua equipe. Quer saber mais sobre como é possível ter uma equipe de sucesso? Siga nossa fanpage para receber mais informações.

 

Imagem de capa desenhada por  Freepik

Posts Relacionados
Gestão

Como organizar a escola durante o período de férias dos alunos?

Gestão

Qual a importância da gestão de capital humano e como aplicá-la na escola?

Gestão

Gestão pedagógica e gestão escolar: entenda as principais diferenças

Gestão

Por que adquirir um software educacional? 3 bons motivos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Como usar as redes sociais a favor da sua escola