CoachingGestão

O que eu preciso saber para abrir a minha escola?

Reconhecer uma oportunidade e saber explorá-la é o primeiro passo para concretizar o sonho de abrir uma escola de cursos livres. Muitas pessoas estão em busca de aprender coisas novas, se aperfeiçoar em algo que já sabem e até mesmo se profissionalizar em um novo segmento. Se você pensa em empreender no ramo escolar, tenha isso em mente: irá lidar com pessoas que estão em busca de algo que acrescente e/ou mude suas vidas.

Dicas para você empreender em uma escola de cursos livres

1. Pesquisa

Primeiramente faça uma pesquisa na região onde você irá abrir o negócio, pois é necessário saber se já há uma escola de cursos livres e, caso haja, pesquise como se fosse um cliente e descubra que tipo de cursos ela oferece, como é seu espaço físico, quais são os valores, horários, quadro de professores, etc. Fique por dentro dos seus concorrentes! Caso você seja o pioneiro da região, fica ainda mais fácil se estabelecer como uma escola de primeira qualidade. Foque em uma boa localização, com uma estrutura bonita, de fácil acesso, segura e com um bom estacionamento.

2. Atenção à burocracia

Não tem como fugir dela, então pesquise tudo que for exigido para abrir uma escola. Fique atento às leis que regulamentam desde o espaço físico até a contratação de pessoal. Consulte a Prefeitura da cidade, o Ministério da Educação, a Secretaria de Educação, se necessário converse com a Associação de Moradores do bairro em questão. Esteja alinhado também com o Procon, para não sofrer eventuais surpresas.

 

3. Administração, sua melhor amiga

Está aí algo que será o divisor de águas da sua escola. Em muitos casos a administração é o responsável pelo sucesso de um negócio, mas em outros também é o motivo do fracasso. É claro que você buscará por profissionais capacitados para ministrar as aulas da sua escola de cursos livres, correto? Da mesma maneira lembre-se que é imprescindível ter bons profissionais para administrar seu negócio. Além disso, ter um software de gestão como o F10 para facilitar o trabalho é fundamental, pois nele você conseguirá otimizar diversas tarefas, automatizar processos pedagógicos, financeiros, operacionais e muitos outros. Tenha total controle de tudo que acontece na sua escola através de um único sistema.

Leia Mais:

4. Método, a alma do negócio

O método pedagógico pode e deve ser o seu maior diferencial, pois ele é o chamariz, é o que irá encantar o público. O modo de ensino foi modificado através dos tempos e aquele jeito tradicional de ensinar e aprender ficaram lá no passado. Hoje é necessário mais liberdade, mais flexibilidade, mais poder de escolhas e oportunidades. Algumas dicas que podem ser o seu diferencial:

– material didático mais enxuto, simples, que facilite o ensino em sala e oriente o estudo em casa. Pense em algo que vá direto ao ponto e que, mesmo após a conclusão do curso, possa ser um material que o aluno use para consultar. Seja referência!

– vivência em sala onde os alunos interagem mais entre si e com os professores, ao invés de apenas um falar e os demais ouvirem. Também se aprende debatendo, discutindo ideias e abrindo espaço para todos contribuírem com suas próprias experiências.

– ofereça uma rotina de estudos mais livre, que permita o aluno escolher dentro da grade curricular do curso o que mais lhe agrada ou o que ele realmente quer focar.

5. Seja atual

Investir em tecnologia é primordial, pois todos os dias nos deparamos com novas criações, novos métodos de fazer coisas simples da nossa rotina que são facilitados por programas e máquinas. Além de investir em um software de gestão, aposte em novidades de cada área dos cursos que você irá oferecer. Invista no que há de mais moderno no mercado tecnológico.

Outro grande mal do nosso século é a falta de tempo. Tempo é o que as pessoas menos possuem atualmente e é aí que a sua escola também pode se destacar. Horários diferenciados são ótimos para atrair aquele público super comprometido com outras atividades, mas que não quer abrir mão de ingressar em um novo curso. Oferecer material didático em vídeos, transmitir aulas online, também é uma maneira interessante de conquistar alunos que não podem comparecer pessoalmente em todas as aulas ou que preferem aprender dessa maneira. Facilite.

Gostou desse post? Compartilhe em sua rede social com seus amigos 😉

 

Posts Relacionados
Gestão

Veja agora como fazer gestão de estoque escolar com eficiência

Gestão

Como organizar a escola durante o período de férias dos alunos?

Gestão

Qual a importância da gestão de capital humano e como aplicá-la na escola?

Gestão

Gestão pedagógica e gestão escolar: entenda as principais diferenças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *