NOSSO SITE ESTÁ DE CARA NOVA, SINTA-SE EM CASA. 

Mercado

Quer saber como ser um franqueado de educação? Confere aqui!

Empreender é uma das formais mais certeiras de melhorar o padrão de vida financeiro e, até mesmo, de realização pessoal. Contudo, quem entra no mercado pode ter muitas dificuldades de tocar um negócio e, por vezes, esses novos empreendedores acabam fechando as portas devido a essa inexperiência.

Por isso, as franquias entram como uma solução para quem quer empreender e ainda contar com uma marca já estabelecida no mercado. Neste post, falaremos sobre como ser franqueado e por que as franquias de educação podem ser um bom investimento.

Por que ser franqueado?

As franquias oferecem diversas vantagens em relação aos demais tipos de negócio. Um dos benefícios é a marca, que por vezes já tem um público e não é necessário esforço ou investimento em branding. Além disso, a comunicação visual, os investimentos em propaganda e em desenvolvimento de produtos são menores ou nulos.

Dicas sobre como ser franqueado e ter sucesso na área de educação

No ramo da educação existem opções muito interessantes, que vão de colégios a cursos de inglês. Mas para escolher bem, você deve se atentar a alguns fatores.

Escolha uma instituição de ensino que apresente uma boa proposta

Verifique as contrapartidas, converse com outros franqueados da marca, busque os valores de retorno médio próximos à sua região. Na hora de escolher, é preciso entender se aquela marca pode oferecer o que você precisa, não apenas em retorno financeiro, mas em parceria, tempo de contrato etc.

Analise o valor de investimento para saber se cabe em seu orçamento

Seja realista, faça as contas e verifique o quanto você tem disponível para investir e qual o payback (tempo de retorno do valor investido) esperado do seu investimento. Confira se você terá o capital de giro necessário para a franquia escolhida.

Verifique o local da franquia

Entenda quais os locais disponíveis para a abertura de sua franquia. Avalie se existem muitos concorrentes próximos e se há demanda para o que você vai vender. Por exemplo, se for uma escola de idiomas, veja não apenas os seus concorrentes diretos, mas também colégios que possam ensinar a sua matéria e atuar como ofensores no seu novo negócio.

Seja paciente com as questões mais burocráticas

Não tem como fugir: é preciso ser paciente e interessado nas questões burocráticas. Os contratos, os impostos, as obrigações para abertura e manutenção de uma franquia. Tudo isso precisa ser cuidado com muita atenção e tranquilidade.

Você viu como ser franqueado de marcas já estabelecidas no mercado no setor de educação, se feito da maneira correta e se atentando às dicas que citamos acima, com bastante estudo de mercado, planejamento e conhecimento, pode ser um bom investimento. Isso porque a educação é um setor que está em crescimento e, à medida que o país se desenvolve, essa área só tem a crescer ainda mais.

Você gostou de nosso post sobre como ser um franqueado de educação, mas ainda está com dúvidas sobre a abertura de uma franquia? Então, continue com a visita em nosso blog, aproveite para ler o texto “Como saber se eu devo abrir uma franquia” para ajudar nessa fase de decisão.

Posts Relacionados
Mercado

Saiba como gerenciar uma franquia de escola de forma eficiente

Mercado

Benchmarking: entenda o que é e como usar na sua escola

MercadoNotícias de mercado

Cursos profissionalizantes: crescimento em 2018 e um mundo de possibilidades para 2019

MercadoNotícias de mercado

Tendências para a educação em 2019