Escolas existem há tantos anos que parece simples mantê-las em um bom funcionamento, com alunos matriculados e bons profissionais para ensinar. É como se houvesse algum tipo de receita a ser seguida, o que implica diretamente em um hábito que os empresários devem erradicar de suas empresas: manter o negócio como está.

O que queremos dizer com isso? Manter o negócio como está significa parar de crescer, estagnar, relaxar. Dessa maneira não há mais planos de ações que focam no crescimento da escola, o que resultará em dois fatores: desvantagem em relação à concorrência e, possivelmente, funcionários e alunos insatisfeitos com a mesmice.

Como mudar esse cenário?

Preparação

Uma instituição preparada, não tem medo de nada. Histórias de empresas que crescem até mesmo em meio a crise são tão reais, que devem servir de espelho. O segredo desses empresários é a preparação. Eles pensaram em como agiriam se houvesse uma crise. Percebe a implicância desse se? Antes mesmo do momento chegar, a empresa já sabia como se portar perante os clientes e a concorrência. Isso é ter um plano de ação bem traçado, equipe preparada para tudo e foco no cliente em qualquer situação.

Transparência

Uma instituição que se comunica, não se implica. A chave da comunicação é a transparência e a honestidade dos gestores para com os funcionários. Ninguém quer trabalhar em uma empresa que a “rádio peão” funciona melhor que a comunicação com os gestores. Ser transparente com a equipe, norteá-los, dividir os problemas, os planejamentos, os medos e as dúvidas, pode ser um fator crucial para que a próxima decisão a ser tomada, seja certeira. A honestidade sempre foi a solução, então ouça o que os professores e funcionários têm a dizer e a contribuir, assim estabelecerá uma relação de confiança mútua.

Inovação

Uma instituição que se renova, não fica parada no tempo. Manter velhos hábitos pode ser prejudicial para a sua escola, além de significar uma desvantagem em relação a concorrência. Busque novas maneiras de liderar a equipe, novas formas de organizar processos administrativos e financeiros, tecnologia para inserir em sala de aula, capacitações para os professores, etc. No que diz respeito ao controle dos departamentos da escola, a dica é buscar um software de gestão que ofereça uma solução completa para automatizar processos operacionais, administrativos, pedagógicos e financeiros, como o F10, um software educacional eficiente e que te dará total controle.

Atenção

Uma instituição que se auto analisa, não terá surpresas. Crescer é olhar para frente, mas também é voltar os olhos para dentro. Uma instituição precisa saber com exatidão como funciona seu fluxo de caixa, quais recursos entram, quais saem, valores exatos. Não há crescimento sem investimento e não há investimento sem dinheiro em caixa. O cuidado com as finanças requer profissionais capacitados e atentos às mudanças, prazos, impostos, etc. Se o caixa não está saudável, comece a pensar em corte de gastos, pois é dessa economia que virá o dinheiro para investir no crescimento da escola.

Leia mais:

Como fugir da lista das empresas que fecham por medo de se reinventar

Dicas para organizar o fluxo de caixa da sua escola

Crescimento de qualidade

Atualmente, o  que impede você e seu time de executar um plano de ação que promova o crescimento constante da sua escola? Muitos empresários têm medo de alçar vôo e cair assim que tirar os pés do chão. Primeiramente é imprescindível saber que não há crescimento sem um planejamento sólido, possível e coerente com a sua instituição. Não há regras, mas há bom senso. Trace metas, reúna a equipe, ouça o que eles têm a dizer, pense em prazos e se lancem aos desafios.

Esteja ciente de que o crescimento empresarial é algo lindo de se sonhar, mas que pode demorar a acontecer. Ter a paciência para continuar sonhando e trabalhando dia após dia em busca da realização, é algo que muitos empresários não conseguem encarar. Não seja o tipo de empresário que quer tudo para ontem, pois crescer de maneira rápida nem sempre é saudável e pode representar o motivo para uma queda rápida também, pois a gestão não se preparou para isso.

Analisar seus concorrentes é uma maneira de traçar a rota do seu plano de ação. Conheça as limitações da sua escola, saiba até onde é possível ir levando em conta sua estrutura física, fluxo de caixa e, principalmente, os valores da instituição. Outro ponto crucial que as escolas não podem de distanciar, é da qualidade dos serviços oferecidos. Crescimento tem tudo a ver com excelência, ou seja, mantenha a competitividade, mas não deixe a desejar no atendimento, no conteúdo oferecido, na disponibilidade de cursos, na escolha de bons professores, etc.

Divulgar sua escola e os diferenciais que ela oferece é o ponto chave do crescimento planejado. Esteja nas redes sociais, faça parcerias com comerciantes locais, ofereça descontos, invista em propagandas offline, etc. Há espaço para todos, então descubra a melhor maneira de se comunicar com o seu público alvo, levando em conta a linguagem a ser usada e os melhores meios. Invista nisso.

Acreditamos que não há segredos, tudo é uma questão de planejar, acompanhar e saber gerir. Acredite na sua instituição, mantenha-se firme nos valores dela, preze pelo ensino de qualidade e siga em frente no plano de ação, o sucesso será uma consequência e quando ele vier, será uma fase incrível para a sua escola.