Mercado

Benchmarking: entenda o que é e como usar na sua escola

Gerenciar uma escola é uma tarefa para poucos. Ainda que o responsável se atualize sobre as maiores inovações em metodologias administrativas e busque aperfeiçoamento, muitas vezes só é possível ter noção da eficiência dos processos ao se comparar com concorrentes de peso no mercado e é aí que entra o benchmarking de escola.

O benchmarking é uma ferramenta essencial para colocar a instituição em perspectiva e ter uma referência competitiva da sua atuação. Mas você sabe exatamente o que é e como fazer benchmarking de escola? Pensando nisso, preparamos este artigo para você entender melhor como funciona. Acompanhe.

O que é benchmarking?

É uma prática por meio da qual uma empresa analisa seus processos e resultados em comparação com outras instituições do mesmo ramo. A ideia é buscar referências competitivas dentro de uma área de atuação do mercado, para desenvolver inovações e tornar os próprios processos mais eficientes.

Qual a importância de fazer benchmarking de escola?

Ainda que o valor do benchmarking seja muito expressivo para qualquer área de atuação, em escolas ele é indispensável, sobretudo nas modalidades de franquias e cursos livres. Entre os principais benefícios, estão:

  • buscar alternativas tecnológicas para aperfeiçoar a gestão;
  • atualizar a metodologia e melhorar a qualidade das aulas;
  • delinear metas de resultados financeiros e gerenciais;
  • desenvolver métodos para aprimorar a comunicação;
  • reformular indicadores de performance;
  • identificar possibilidades de inovação;
  • reduzir custos operacionais.

Quais os melhores tipos de benchmarking para escola?

Existem diferentes modalidades de análise de resultados de outras empresas. Entre os melhores tipos de benchmarking para as escolas, podemos citar:

  • competitivo: aqui, o ponto de referência são as práticas, as metodologias e os resultados dos concorrentes, dentro da mesma área de atuação que a sua;
  • genérico: nessa modalidade, a análise de resultados e processos é feita sobre uma empresa que atua em uma parte diferente do mercado;
  • funcional: é a análise de processos específicos, ainda que seja em outra empresa com área de atuação completamente diferente.

Como fazer benchmarking de escola?

Antes de mais nada, é preciso delinear o projeto. Selecione os principais indicadores, processos e resultados que podem ser melhorados na sua instituição e foque neles — uma busca muito genérica é prejudicial para o seu benchmarking, pois pode incorrer em erros de análise e na perda da identidade da sua marca.

Para escolas, existem pontos essenciais inerentes ao processo de ensino, como as metodologias utilizadas em sala de aula; o investimento em capacitação de professores; como o faturamento é auditado para evitar fraudes; qual o uso de plataformas educacionais e gerenciais; como é feita a captação e a retenção de alunos; entre outros.

Em seguida, colete os dados necessários. Você pode fazer visitas presenciais, pesquisas online, participar de eventos e até fazer uso do serviço — por exemplo, entrar em contato com o time de vendas para ver como são feitas as ofertas e vendas.

Por fim, analise os dados coletados. Identifique como e por que eles funcionam para a realidade daquela escola, tomando cuidado para não incorrer em erros e acabar copiando uma prática que pode não se aplicar para o seu público. Baseado na análise, crie planos de ação estratégicos para suprimir as fraquezas e, assim, alavancar a atuação da sua escola.

A renovação metodológica e o aprimoramento da gestão são práticas indispensáveis para o sucesso de qualquer instituição de ensino. Com a alta competitividade do mercado e a busca constante por evolução, é muito comum buscar referências entre a concorrência.

Nesse sentido, o benchmarking de escolas é uma prática que proporciona um aprendizado incalculável para as instituições que observam fragilidades em seus processos. É importante ressaltar que o objetivo dessa análise para as escolas não é copiar, mas sim atualizar as operações e aprimorar as políticas de ensino e gerenciamento institucional.

Agora que você já sabe da importância da análise comparativa, que tal dar um passo além? Confira também o nosso artigo sobre como diminuir as taxas de evasão de alunos utilizando a metodologia de NPS na sua escola.

Posts Relacionados
Mercado

Saiba como gerenciar uma franquia de escola de forma eficiente

Mercado

Quer saber como ser um franqueado de educação? Confere aqui!

MercadoNotícias de mercado

Cursos profissionalizantes: crescimento em 2018 e um mundo de possibilidades para 2019

MercadoNotícias de mercado

Tendências para a educação em 2019