NOSSO SITE ESTÁ DE CARA NOVA, SINTA-SE EM CASA. 

Gestão Financeira

5 dicas para realizar um orçamento escolar de sucesso

Ter um orçamento escolar eficiente é fundamental para a instituição de ensino se destacar frente à concorrência. Há instituições que somem do mercado ou perdem sua força por não conseguirem planejar corretamente as finanças e perderem o fôlego.

Por outro lado, as escolas de sucesso conseguem mapear qual é a receita disponível e quanto podem investir. Assim, embora possam ter um crescimento mais lento, será natural e eficiente, fazendo com que a instituição ganhe força e credibilidade no mercado.

Neste texto, você verá como realizar um orçamento escolar de sucesso, com as melhores dicas que devem ser seguidas. Quer controlar e otimizar os recursos da sua escola? Então, saiba agora o que fazer.

Como realizar um orçamento escolar de sucesso?

Um orçamento escolar de sucesso deve ser tanto mensal quanto anual. Dessa forma, a instituição poderá se planejar para os gastos de cada mês do ano, contando com o pagamento de pessoal, possíveis melhorias na instituição e até mesmo com inadimplência.

Com isso, os gestores terão uma visão geral da escola, facilitando o controle financeiro e auxiliando a tomada de decisões da empresa. Qualquer ação que leve a mais gastos deve considerar o planejamento escolar.

Veja o que você precisa considerar ao elaborar o seu.

1. Estabelecer um teto

Com um teto de gastos, você terá mais controle sobre as finanças da instituição. Assim, evitará comprometer a saúde financeira da escola, já que os gastos não serão maiores que a arrecadação.

2. Rever gastos

A maioria das pessoas e instituições de ensino tem gastos que podem ser cortados sem que o ambiente escolar tenha prejuízo. Então, é importante fazer uma análise para retirar tudo quanto não seja necessário. Uma ferramenta que pode auxiliar neste processo é o Indicadores Gerenciais.

3. Definir metas

As metas também são essenciais na formulação do orçamento. Quando a instituição não sabe quais objetivos devem ser alcançados, dificilmente chegará a algum lugar. Busque pelas metas de crescimento e consolidação que possam ser alcançadas, de acordo com as estratégias da instituição.

4. Definir prazos

Além de definir a meta, é importante marcar qual é o período para que ela seja cumprida. Caso contrário, ela ficará solta no planejamento, sem que se consiga avaliar se foi cumprida ou não.

5. Utilizar a tecnologia a favor

Há várias tecnologias que podem ser utilizadas para gerenciar melhor os recursos da instituição, diminuindo os gastos e aumentando a produtividade da equipe. Com isso, o planejamento ficará mais claro para todos e será mais fácil segui-lo.

Com um ERP, que é um software de gestão, é possível fazer o controle de mensalidades nas mais diversas formas de recebimento, além da gestão de compra e venda de materiais didáticos e pagamento de funcionários. Assim, pode-se contar com um fluxo de caixa e com a gestão de cartões e cheques. Além disso, é possível utilizá-lo para captar mais alunos.

Ao utilizar o F10 Software, por exemplo, você pode ter o histórico de gastos dos últimos meses e comparar quanto os setores utilizaram. Recurso ideal para fazer a otimização das finanças da empresa.

Quer ver de perto como o sistema funciona? Então, entre em contato conosco.

Posts Relacionados
Gestão Financeira

Como definir o orçamento anual em escolas? Confira!

Gestão Financeira

Gestão financeira escolar: entenda o que saber antes de começar!

Gestão Financeira

O que é ROI, como calculá-lo e por que utilizá-lo em uma escola?

Controle e fluxo de caixaGestão Financeira

Como diminuir seus gastos em comunicação na sua escola